Demissão: É possível permanecer com plano de saúde após de ser demitido?

A permanência no plano de saúde após demissão é possível se o colaborador fazia parte do convênio quando contratado e pagava uma parte do plano, independente do valor.

Nos casos nos quais o empregador arcava integralmente com os custos relacionados à manutenção do convênio médico, o colaborador não tem o direito de solicitar a permanência em caso de demissão.

Destaca-se ainda que o direito só é garantido para profissionais que foram demitidos sem justa causa. Se o colaborador pediu demissão ou ela ocorreu por justa causa ele não mantém esse direito.

Caso opte por permanecer no plano de saúde após a demissão o colaborador deve verificar se as condições de rede permanecem as mesmas contando também que após a demissão o ex-colaborador terá que arcar com todo o pagamento do plano de saúde.

Quando a demissão sem justa causa ocorre, a empresa deve informar ao funcionário sobre essa possibilidade, sendo que ele tem 30 dias para responder se deseja ou não continuar no plano após o desligamento.

Link:https://www.jornalcontabil.com.br/demissao-posso-permanecer-com-plano-de-saude-apos-de-ser-demitido/

 

Leave A Comment