Governo defende passar pagamento do auxílio-doença do INSS para empresas

O secretário de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, Rogério Marinho, afirmou na manhã desta segunda-feira (21) que o governo defende passar o pagamento do auxílio-doença do INSS para as empresas. Ele explicou em entrevista à Rádio Gaúcha, que a questão é “meramente contábil”, a empresa paga e pode fazer a compensação no mesmo mês com outro imposto.

O secretário afirmou que a despesa com auxílio-doença já está contabilizada no Orçamento do governo federal: fica em torno de R$ 15 bilhões por ano.

“[A proposta é de] que os 15 dias remanescentes e, a partir daí, doravante como vai ser suportado, o pagamento do auxílio-doença passa a ficar com responsabilidade da empresa. E a empresa pode fazer a compensação no mesmo mês com outro imposto. Então, na verdade, é um processo meramente contábil, não significa nenhum aumento de carga tributária”, explica o secretário.

Atualmente, quando um funcionário é afastado por motivo de doença, os primeiros 15 dias de salário são pagos pela empresa. Quando o afastamento é maior, o trabalhador passa por perícia médica no INSS e começa a receber o benefício da Previdência.

Conforme Marinho, a perícia ficaria por conta das empresas.

Link:https://contadores.cnt.br/noticias/tecnicas/2019/10/22/governo-defende-passar-pagamento-do-auxilio-doenca-do-inss-para-empresas-diz-secretario-da-previdencia.html

Conteúdo Original: https://g1.globo.com/rs/rio-grande-do-sul/noticia/2019/10/21/governo-defende-passar-pagamento-do-auxilio-doenca-do-inss-para-empresas-diz-secretario-da-previdencia.ghtml

Foto Reprodução: https://www.contabeis.com.br/noticias/39759/auxilio-doenca-do-mei-valor-e-como-solicitar/

Leave A Comment